É possível prevenir a pneumonia?

by | 14/12/21 | Pneumologia

As pneumonias são infecções que atacam os pulmões e causam inflamação. No Brasil, as pneumonias bacterianas representam uma das principais causas de internação. O que muitas pessoas não sabem, é que existem alguns cuidados que podem ajudar a prevenir a pneumonia. 

Além dos agentes bacterianos, as pneumonias podem ser causadas por vírus (como o Coronavírus), fungos ou bactéria da tuberculose. Em geral, o que acontece é a penetração do agente infeccioso no espaço alveolar, região do sistema respiratório onde ocorre a troca gasosa. 

Por isso, é importante que o espaço alveolar esteja sempre livre de substâncias que possam prejudicar o contato do ar com o sangue.

Nesse texto, iremos abordar os principais sintomas, tratamentos e recomendações sobre como prevenir a pneumonia. Continue a leitura e saiba mais!

Quando suspeitar de pneumonia?

A pneumonia é mais comum na velhice e na infância, porém, pessoas de qualquer idade estão sujeitas a contraí-la. Os principais sintomas são:

  • Febre elevada;
  • Tosse com secreção purulenta;
  • Dor torácica ao respirar;
  • Dores musculares;
  • Respiração acelerada;
  • Taquicardia;
  • Mal-estar generalizado.

Além disso, em geral, também ocorre alteração em pelo menos um dos sinais vitais (pressão arterial, temperatura, frequência respiratória e/ou frequência cardíaca).

Fatores de risco e como prevenir a pneumonia

Quando nosso sistema imunológico está enfraquecido, ficamos mais sujeitos a infecções. Logo,um dos principais fatores de risco para pneumonia é a baixa imunidade. Assim como, pacientes com algum comprometimento imunológico – pessoas em tratamento de câncer e portadores de doenças crônicas, por exemplo.

Além disso, o uso abusivo de sedativos para dormir e consumo de álcool são fatores que podem propiciar o desenvolvimento de pneumonia, devido à possibilidade de redução do reflexo protetor da tosse e consequentes microaspirações. Dentes com má higiene também estão relacionados com o surgimento de pneumonias.

Para prevenir a pneumonia, é essencial adotar alguns cuidados e ter um estilo de vida saudável que mantenha as defesas do organismo fortalecidas.

Entre as principais recomendações, estão:

  • Alimentação saudável, boas noites de sono e prática de atividades físicas;
  • Não fumar: o fumo causa reação inflamatória no tecido das vias aéreas, facilitando a entrada de agentes infecciosos;
  • Limitar o consumo de álcool: bebidas alcoólicas interferem no sistema imunológico;
  • Evitar mudanças bruscas de temperatura;
  • Cuidar com a exposição excessiva ao ar condicionado e buscar umidificar o ar;
  • Vacinar-se contra a Covid-19;
  • Vacinar-se anualmente contra a gripe: gripes mal curadas podem facilitar o desenvolvimento de uma pneumonia.

Ademais, é importante sempre higienizar bem as mãos, deixar os ambientes ventilados e evitar lugares fechados e com muitas pessoas. 

Os riscos da pneumonia

Quando a inflamação provocada pela pneumonia não é tratada precocemente, o agente infeccioso pode entrar na corrente sanguínea e espalhar-se pelo corpo. Sendo assim, pode causar uma infecção generalizada.

Assim como vimos com as pneumonias causadas pelo coronavírus, o quadro pode evoluir e causar insuficiência respiratória. Ou seja, o paciente pode precisar de ventilação mecânica e vir inclusive a enfrentar sequelas permanentes, como a fibrose pulmonar

À vista disto, é válido ressaltar: em casos de sintomas gripais, falta de ar, febre e mal estar, procure auxílio médico! Não se automedique. Utilizar medicamentos antes de buscar atendimento pode apenas mascarar os sintomas e dificultar ainda mais o diagnóstico.

Adote as medidas para prevenir a pneumonia e conte com a Somed para ajudá-lo. Contamos com médicos pneumologistas experientes e prontos para oferecer um tratamento de excelência. Entre em contato e saiba mais.

Polissonografia: como funciona e para que serve?

Polissonografia: como funciona e para que serve?

Você sabia que enquanto você dorme diversas áreas do seu cérebro controlam o sono e influenciam seus diferentes estágios? A polissonografia, também conhecida como estudo do sono, é a monitorização dessas diversas funções do organismo realizada enquanto o paciente está...

Existe relação entre ronco e ganho de peso?

Existe relação entre ronco e ganho de peso?

O ronco e o ganho de peso podem sim estar relacionados, afinal o ronco é um distúrbio respiratório do sono comum que, em muitos casos, está relacionado ao sobrepeso. Além disso, sono e alimentação possuem uma relação importante. Continue a leitura e saiba mais! Sono e...

Quais são as causas da falta de ar?

Quais são as causas da falta de ar?

A falta de ar ou dispneia é uma sensação caracterizada pela dificuldade intensa de respirar, que pode ter origens muito diversas. Em geral, é um sintoma que causa muita angústia no paciente, afinal, pode ser sinal de algum problema sério - como a infecção por...

O que é e como tratar sinusite crônica?

O que é e como tratar sinusite crônica?

A sinusite é caracterizada pela inflamação das mucosas do nariz e seios paranasais. Quando essa inflamação persiste por mais de 12 semanas, a condição é considerada crônica. Nesse texto você irá conhecer os principais sintomas e entender como tratar sinusite crônica....

Você sabe o que é apneia do sono?

Você sabe o que é apneia do sono?

A apneia do sono não é um simples ronco. A apneia é caracterizada por obstruções repetitivas do fluxo respiratório durante o sono. Essas obstruções dificultam a passagem do ar até os pulmões e podem ter efeitos sérios na saúde do paciente.  Nas pessoas que sofrem...