O que é o exame de espirometria?

by | 2/08/22 | Pneumologia

Você sabe quanto ar o nosso pulmão consegue armazenar? 

Se sua resposta foi “depende”, você está no caminho certo para responder à pergunta. 

Medir o fluxo de ar que entra e sai de nossos pulmões nem sempre foi simples, desde a Grécia Antiga existem relatos de experimentos realizados para conseguir tal feito. 

Embora já conhecida pelos médicos há muito tempo, é só no século XIX que a técnica se “populariza”, saindo do campo de estudos e passando a ser usada em avaliações clínicas. 

O médico inglês John Hutchinson, ao inventar o espirômetro, criou um equipamento capaz 

de medir a capacidade vital (maior volume de ar mobilizado nos pulmões) dos indivíduos. 

É graças a invenção do espirômetro que podemos saber com mais precisão a resposta daquela primeira questão: Hutchinson, ao realizar testes de espirometria com diversas pessoas, percebeu que a quantidade de ar que podemos armazenar em nossos pulmões, ou seja, nossa capacidade pulmonar, não é a mesma para todo mundo, ela varia de acordo com nossa altura, idade e sexo. 

Com os avanços de pesquisas na área, hoje em dia é possível afirmar que diversos outros fatores afetam a capacidade pulmonar dos seres humanos. E o teste de espirometria continua a ser um importante aliado no diagnóstico e cuidado geral da saúde do pulmão. 

Para que serve o exame de espirometria?

Afinal, que tipo de informação podemos obter medindo o fluxo de ar que entra e sai de nossos pulmões?

O exame de espirometria, ao medir a função pulmonar dos pacientes, pode detectar problemas pulmonares, avaliar o avanço de doenças respiratórias e verificar a eficácia de tratamentos médicos.

A possibilidade de coletar todas essas informações faz com que a espirometria ainda hoje seja um dos principais exames para o diagnóstico de doenças respiratórias.

O diagnóstico de doenças como asma e a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), são feitos através deste exame. 

Atletas de alta performance também podem fazer o exame para avaliar a sua capacidade respiratória.

Como é feito o exame de espirometria?

O teste de espirometria é um exame não invasivo, e funciona de forma bem simples: 

Ao chegar no consultório, o paciente é acomodado e orientado a soprar no espirômetro, um equipamento que é capaz de medir a quantidade e o fluxo de ar que entra e sai de seus pulmões. 

Ao soprar, o paciente deve aspirar o máximo de ar possível, para em seguida soprar o máximo de ar possível também. 

O espirômetro é ligado a um computador que, através de um software, transforma as informações coletadas em um gráfico, permitindo visualizar o fluxo respiratório do paciente. 

A interpretação desse gráfico é feita com base em uma tabela que estabelece os parâmetros normais ou esperados de entrada e saída de ar, tempo e velocidade da respiração. 

O exame de espirometria deve ser realizado e interpretado sempre sob a supervisão de um médico pneumologista, e é de fundamental importância tanto para o diagnóstico como para o acompanhamento de doenças respiratórias crônicas.

Diagnóstico e tratamento da asma 

A asma é uma doença pulmonar crônica provocada por uma inflamação nas vias aéreas. O principal sintoma da asma é a dificuldade para respirar. Outros sintomas incluem chiado e sensação de aperto no peito, tosse crônica e muco. 

O diagnóstico da asma é baseado na análise dos sintomas do paciente e na realização de testes respiratórios, sendo o principal deles o exame de espirometria

O diagnóstico da asma é fundamental para que o paciente possa iniciar um tratamento adequado. Apesar de não ter cura, o gerenciamento da doença evita que ocorram as “crises asmáticas”, além de proporcionar mais saúde e qualidade de vida para a pessoa. 

Diagnóstico e tratamento da Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) 

Os principais sintomas da Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica são falta de ar, tosse e cansaço, tornando as atividades diárias mais exaustivas e difíceis de serem realizadas. 

A DPOC atinge principalmente fumantes e pessoas expostas à inalação de substâncias tóxicas. 

Mesmo não tendo cura, o diagnóstico precoce alinhado ao tratamento correto são essenciais para o controle da doença. Em caso de suspeita de DPOC, o médico pneumologista irá solicitar o exame de espirometria para avaliar a capacidade pulmonar do paciente e o estágio da doença.

Quais são os preparativos para realizar o exame?

As orientações gerais para a realização do exame de espirometria consistem em:

  • Não consumir bebidas alcoólicas, chás ou café antes de realizar o exame
  • Não fumar antes de realizar o exame 
  • Não utilizar bombinhas ou medicamentos para o pulmão horas antes de realizar o exame
  • Não realizar o exame em caso de gripe ou resfriados
  • Não estar de jejum no momento do exame (indicado evitar grandes refeições antes do exame)

Lembrando que essas são orientações gerais, você deve sempre consultar seu médico sobre como se preparar corretamente para realizar o exame, ele é a pessoa mais indicada para oferecer todas as informações e sanar suas dúvidas. 

Onde realizar o exame de espirometria em Florianópolis?


A Somed conta com profissionais capacitados para o diagnóstico e tratamento de doenças pulmonares crônicas. Se você busca por exame de espirometria, entre em contato com nossa equipe e conheça nossos serviços.

O que é paralisia do sono?

O que é paralisia do sono?

A paralisia do sono é um distúrbio do sono caracterizado pelo sentimento de imobilidade durante a transição do estado de vigília para o sono — quando a pessoa está indo dormir — ou do estado de sono para a vigília — quando a pessoa está acordando. A pessoa afetada por...

Asma: causas, sintomas e diagnóstico

Asma: causas, sintomas e diagnóstico

A asma é uma doença respiratória provocada por uma inflamação nas vias aéreas, causando dificuldades para respirar e uma série de outros sintomas.  As crises de asma são a 4º causa de internação em hospitais no Brasil e estima-se que existam no país...

Distúrbios do sono: transtornos que podem afetar o seu descanso

Distúrbios do sono: transtornos que podem afetar o seu descanso

Ter uma boa noite de sono é tão importante quanto manter uma boa alimentação ou praticar exercícios físicos. É durante o sono que ocorrem as reparações celulares e o cérebro descansa e se prepara para o dia seguinte.  Sem uma boa noite de sono ficamos cansados,...

Tratamento para rinite: tudo o que você precisa saber

Tratamento para rinite: tudo o que você precisa saber

Se você sofre com rinite, saiba que não está sozinho: Segundo a Organização Mundial da Alergia (WAO), cerca de 40% da população mundial sofre com esse problema. Espirros, nariz entupido, corrimento nasal, coceira… a rinite pode ser MUITO incômoda.  Uma crise de...

Polissonografia: como funciona e para que serve?

Polissonografia: como funciona e para que serve?

Você sabia que enquanto você dorme diversas áreas do seu cérebro controlam o sono e influenciam seus diferentes estágios? A polissonografia, também conhecida como estudo do sono, é a monitorização dessas diversas funções do organismo realizada enquanto o paciente está...