Teste das múltiplas latências do sono

A função deste teste é de avaliar objetivamente o grau de sonolência diurna dos pacientes. Este exame auxilia a realização do diagnóstico da narcolepsia, uma doença genética causadora de sonolência excessiva diurna.

Este teste é realizado durante o dia, imediatamente após uma polissonografia noturna. Após o exame noturno, o paciente terá 5 oportunidades de “cochilar” durante o dia, com intervalos de 2 horas entre elas. Durante estes “cochilos”, a monitorização eletrofisiológica permite detectar a ocorrência de sono, assim como detalhar os estágios do sono que estiveram presentes.

A avaliação dos resultados do teste das múltiplas latências permite quantificar a intensidade da sonolência diurna e indica a possibilidade da presença da narcolepsia.

Apenas alguns centros de Medicina do Sono no Brasil realizam este exame, e a SOMED – Instituto do Sono e Medicina Respiratória oferece à população de Florianópolis e todo o Estado de Santa Catarina a realização do teste de latências dentro de normas internacionais de qualidade.